Profissionais da AREAVID e CREA participam de curso sobre técnicas e estilos de vinhos

Por Assessoria de comunicação

A Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região de Videira (AREAVID) em parceria com a Inspetoria de Videira do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura, Agronomia de Santa Catarina (CREA/SC) reuniu cerca de 30 profissionais do sistema CONFEA/CREA para mais uma iniciativa de aprimoramento contínuo e atualização das profissões dos associados. Desta vez o foco esteve nas tecnologias recentes e aprendizados sobre vinhos e espumantes. O Curso “Análise sensorial de vinhos: técnicas e estilos” aconteceu nos dias 17 e 18 de novembro no CETREVI sob a orientação do tecnólogo em viticultura e enologia, Leandro Venturin.

Durante os dois dias os participantes foram capacitados à percepção visual, de sabores, aromas e sensações decorrentes da degustação do vinho, além de conheceram e avaliarem amostras de produtos de várias regiões e identificarem aspectos que podem ser melhorados na bebida. O presidente da AREAVID – Valdir Schneider destaca que o curso estimulou o conhecimento técnico na área, além de promover a interatividade e a troca de experiências entre os profissionais da região, principalmente os engenheiros agrônomos, maioria inscrita no curso.

Ele explica ainda que a escolha do curso por parte da AREAVID e do CREA aconteceu porque em Santa Catarina a cultura da uva e do vinho é uma atividade de importância econômica desde a metade do século XIX, principalmente na região do Vale do Alto Vale do Rio Peixe, onde se consolidou como a mais importante zona vitícola do Estado. Na área de abrangência da AREAVID existem vários profissionais que atuam na vitivinicultura, tanto no cultivo da videira quanto na elaboração dos vinhos, sendo esta uma atividade muito forte na região.

O município de Videira ainda abriga a Estação Experimental da EPAGRI, que mantém em seu quadro funcional vários profissionais do sistema CONFEA/CREA que atuam em pesquisas importantes para o setor. “Mais uma vez a adesão às capacitações que promovemos foi excelente. Temos certeza que os profissionais da área tecnológica inscritos saíram aprimorados para reconhecer os diferentes produtos obtidos do processamento da uva, orientados e qualificados sobre as técnica na condução dos vinhedos, na definição do ponto de colheita e na interação com os profissionais na área de enologia/agronomia, para obtenção de produtos com maior identidade local e qualidade diferenciada”.

Encontro visou aprimoramento de atividade econômica (Foto: Divulgação)

_____

Mensagem do editor:

Textos e imagens de propriedade do Jornal Caboclo podem ser reproduzidos de modo parcial, desde que os créditos autorais sejam devidamente citados.

Comuniquem-nos  de possíveis correções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial