Vereadores Adelar e Angelo acionam Prefeitura de Fraiburgo sobre ‘lixão’ no São Miguel

Um requerimento de autoria do vereador Adelar Ribeiro da Silva, o Lale (PSDB), subscrito pelo vereador Angelo Sadi Rodrigues (PEN), aciona a Prefeitura de Fraiburgo sobre um suposto ‘lixão’ no bairro São Miguel. O documento foi apreciado e aprovado por dez votos em plenário da Câmara Municipal na noite de segunda-feira (22 de maio).

Publicidade / O Jornal Caboclo apoia esta ação.

Com a aprovação, a Câmara de Vereadores deve encaminhar o requerimento à Prefeitura local, pedindo dados sobre uso de um terreno no São Miguel. Mais especificamente, os vereadores desejam saber “quem é responsável, critérios utilizados e permissão para uso do terreno como “lixão”, localizado na continuidade da rua José Slongo próximo ao açude do Bairro São Miguel”. O texto ainda menciona o “controle e providências tomadas pelo Executivo Municipal com relação ao caso”.

Em discurso da tribuna, o vereador Adelar disse que esteve no São Miguel e “que as pessoas do bairro nos pediram providências” sobre o que chamam de “lixo”. Segundo ele, há fumaça, mau cheiro “naquele terreno”. “As pessoas pedem respostas”, destacou o vereador enquanto apresentava fotografias tiradas do chamado “lixão” e expostas em telão da Câmara de Vereadores.

O uso da expressão “lixo” pelo vereador Adelar foi, na ocasião, contestado por parte dos vereadores. Outra parte, no entanto, endossou o discurso do autor do requerimento.

“A gente tem que tomar cuidado com o nome usado”, disse o vereador e líder do Governo Rodrigo de Lara (PSD). Para ele, o que há no local é um “depósito de entulho”. Já o vereador Marcos Adriano Raldi Palaoro, o Marquinhos (PMDB), não teve dúvidas ao discursar da tribuna a respeito do assunto: “Quem vê, vê um lixão”.

Além de Lara e Marquinhos, os vereadores Toni Francisco Souza da Silva (PSD), Altamir Lucio da Silva (PSD), Oracir Ferreira de Deus (PP), Antonio Marcos de Almeida, o Billy (PPS) e Marta Back (PMDB) também fizeram discursos. “Entrei em contato com a prefeita e nos próximos dias iremos resolver o problema”, afirmou Billy a respeito do tema.

Na ordem, os vereadores Adelar e Angelo. (Fotos: Alex Cordeiro)

A pauta da sessão

Para saber da pauta de discussões da sessão da segunda-feira (22 de maio), clique aqui.

Bom saber

Requerimento é o instrumento legislativo apresentado pelo Vereador, Bancada ou pela Mesa Diretora cuja finalidade é a de exigir informações do Poder Executivo, no prazo máximo de 30 dias, conforme determina a Constituição Municipal. Precisa de aprovação em Plenário.

Fotos: Alex Cordeiro

_____

Mensagem do editor:

Textos e imagens de propriedade do Jornal Caboclo podem ser reproduzidos de modo parcial, desde que os créditos autorais sejam devidamente citados.

Comuniquem-nos de possíveis correções.

Publicidade / Apoie o Jornalismo Comunitário em Fraiburgo e região.

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial