“Aconteceu na Academia Caçadorense de Música.” Por Edison Porto

Música, homenagens, alegria, presenças ilustres, dois novos acadêmicos, representante do Prefeito e até a Miss Caçador veio assistir a 4ª Reunião Anual Aberta da ACM- Academia Caçadorense de Música em 11-nov-2017

Por Edison Porto 

Em clima de solenidade, mas com muita alegria ocorreu no sábado, dia 11-nov-17, a 4ª Reunião Anual Aberta da Academia Caçadorense de Música. Na abertura o Hino Nacional Brasileiro foi cantado pelo acadêmico Valdecir Ramos, acompanhado no acordeon pelo novo acadêmico Egon Emmer. 

Participaram da reunião as patronesses Profa. Laurete Fleck e a Irmã Lourdes Pessini que muito contribuíram para a cultura musical de Caçador, mas que agora residem respectivamente em Monte Negro RS e Florianópolis SC.  As duas senhoras encantaram a todos com sua alegria e disposição. A Profa. Laurete cantou Ave Maria de Franz Schuberth, acompanhada pelo pianista Bruno Fleck. 

Irmã Antenesca, residente em Curitiba – PR, patronesse da cadeira nº 18, ocupada pela acadêmica Nayara Aparecida João Machiavelli, não pode comparecer, mas enviou uma mensagem parabenizando a todos, ressaltando a importância do trabalho da ACM e da Associação dos Amigos da Música para Caçador e disse:

“A Música não é apenas a arte de elevação, mas é, sobretudo, a salvação de um povo. Apesar do momento histórico nacional corrompido em que vivemos, o Brasil está cultivando e será salvo por esta querida arte musical.”

Para homenagear a Irmã Antenesca, o convidado especial Marcos Francio emocionou a todos cantando Hallelujah, acompanhado pela pianista Nayara João também uma das homenageadas da noite. 

A Sra. Laurete Fleck professora de acordeon é a patronesse da cadeira nº 9 da ACM, sendo a referência para o novo acadêmico desta cadeira, Egon Emmer que também é acordeonista e professor de acordeon como ela.

E para homenageá-la Egon acompanhado no violão pelo acadêmico Valdecir Ramos, tocou no acordeon um tango. 

A Irmã Lourdes Pessini, compositora, coralista e regente de Corais, é a patronesse da cadeira nº 10, agora ocupada pelo acadêmico Edison Costa Porto também coralista, que com o apoio dos músicos e cantores, Valdecir Ramos e Onofre Berton, com a acadêmica Jucenê Godinho Busato ao piano, cantou para homenagear a Irmã Lourdes o hino “CELEBREMOS COM ALEGRIA”, composto por ela. 

A Sra. Diva Adami Telck recebeu a Comenda Musical do ano de 2017 pelo apoio ao fomento de ações culturais na cidade de Caçador.

Reconhecendo o destacado desenvolvimento musical do violinista Sidnei Roberto Santana Cordeiro, em 2017, a Academia lhe concedeu Menção Honrosa.

Ele que é o “spalla” (primeiro-violino) da Orquestra Sinfônica de Caçador, tocou a música Humoresque de Antonin Dvorak para homenagear sua madrinha (patrocinadora dos estudos musicais), Sra. Diva Adami Telck. Na sua apresentação foi acompanhado pela violoncelista Monique Krutzmann, jovem talentosa que também e “spalla” da mesma Orquestra no naipe de violoncelos.

A Sra. Scheilla Maria Soares Marins presidente da Fundação de Cultura representou o Senhor Prefeito de Caçador. Em seu discurso ressaltou a importância dos trabalhos da ACM e da AMIMU pela cultura musical da cidade e fez um paralelo da importância do resgate da memória do Contestado com o resgate e preservação da memória das pessoas que contribuíram com a música que é um dos focos do trabalho da Academia Caçadorense de Música. Ela entregou a homenagem à pianista acadêmica Nayara Aparecida João Machiavelli. 

Entre as muitas pessoas da plateia, representantes de vários segmentos da cidade, marcou presença a Miss Caçador 2017-2018, Renata Lima, que além da beleza encanta a todos com sua simpatia. 

Assim foi que aconteceu a 4ª Reunião da Academia Caçadorense de Música, no Espaço Via Reggia, na noite de sábado, 11-nov-17, em Caçador.

______

Sobre o autor:

Edison Porto mora em Caçador, onde trabalha como consultor de negócios. É graduado e pós-graduado na área de finanças e administração (Eaesp/FGV e IBMEC/SP); cursa Direito e Jornalismo na Uniarp, e no SENAR cursa Técnico em Agronegócio. É membro da Associação dos Amigos do Museu do Contestado de Caçador, da Associação Cultural Coração do Contestado de Lebon Régis e da ACIJO  Associação Caçadorense de Imprensa.

P. S. : Os conceitos emitidos por artigos ou por textos assinados e publicados neste jornal são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.

______

Mensagem do editor:

Textos e imagens de propriedade do Jornal Caboclo podem ser reproduzidos de modo parcial, desde que os créditos autorais sejam devidamente citados.

Comuniquem-nos de possíveis correções.

2 comentários em ““Aconteceu na Academia Caçadorense de Música.” Por Edison Porto

  • novembro 13, 2017 em 6:37 pm
    Permalink

    Boa tarde! gostaria de Parabenizar a comunidade de Caçador por tanto enriquecimento cultural,que outras comunidades possam se espelhar e ter voces como exemplo,pois a Educaçao e o enriquecimento para o ser humano.

    • novembro 13, 2017 em 10:18 pm
      Permalink

      Prezada Cristinete Moreira, o Jornal Caboclo agradece seu comentário que já foi repassado para a Academia Caçadorense de Música, como um incentivo ao trabalho dela.

Os comentários estão desativados.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial